Como tomar multivitamínicos: TUDO o que você precisa saber!

O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Como tomar multivitamínicos: o que são? para que servem?

14/01/2021 como tomar multivitamínicos

Consumir multivitamínicos é uma das formas que as pessoas estão encontrando para ter uma alimentação e saúde mais regulada. Mas, o que é um multivitamínico? É um suplemento alimentar que reúne diversas vitaminas, minerais e outros nutrientes¹ e pode ser encontrado em diversos formatos: cápsulas, comprimidos normais e efervescentes, pó, entre outros.

Este é um bom complemento alimentar, pois uma investigação conduzida pelo IBGE mostrou que aproximadamente 98% dos brasileiros não consomem a quantidade diária ideal de vitaminas².

Outra pesquisa, encomendada pela Abiad, Abifisa e Abenutri, indicou que 54% da população brasileira já usa estratégias de suplementação alimentar no dia a dia para suprir os nutrientes necessários³.

Com a correria diária, tomar multivitamínicos ou outros suplementos pode ser a ajuda que você e a sua família precisam para consumir todos os nutrientes essenciais.

Pensando nisso, fizemos este conteúdo com tudo que você precisa saber sobre como tomar multivitamínicos: o que são? Para que servem? Quem pode tomar?

Mas lembre-se, o acompanhamento de um médico é essencial para um diagnóstico preciso, combinado?

Vamos lá!

O que são e para que servem os multivitamínicos?

O multivitamínico é um suplemento alimentar composto pelas principais vitaminas e minerais que o organismo necessita para ter um bom funcionamento¹.

Sua principal utilidade é a reposição de nutrientes difíceis de conseguir apenas com alimentos.

Portanto, associar a utilização dele com um estilo de vida e uma alimentação saudável pode ajudar a sua saúde e bem-estar.

Afinal, o corpo precisa de vitaminas e minerais para reprodução, crescimento e regulação dos processos corporais⁴.

Assim como a carência de nutrientes pode ser a causa de sintomas como falta de energia, fadiga, baixa imunidade, queda de cabelos e muitos outros⁵.

Quem pode tomar multivitamínicos?

A principal recomendação é fazer exames e consultar um médico ou nutricionista para avaliar como tomar o multivitamínico: se há a necessidade, qual a quantidade ideal e se você pode consumir.

No entanto, os multivitamínicos não são medicamentos. Sendo assim, não precisam de prescrição médica para consumo. Mas, é indicado consultar um profissional da saúde para ter certeza das necessidades do seu corpo.

A necessidade de nutrientes varia conforme fatores como faixa etária e gênero. Por conta disso, é possível encontrar multivitamínicos específicos para diversas condições.

De acordo com um estudo realizado pela USP⁶, devido aos requerimentos distintos de nutrientes, a população brasileira pode ser dividida da seguinte forma:

  • Bebês e adolescentes
  • Adultos
  • Grávidas e lactantes

Ainda segundo a pesquisa, a diferença de ingestão entre idades e condições existe por conta de um consumo de calorias distinto⁶.

Bebês

Bebês não ingerem tantas calorias. Por consequência, necessitam de uma quantidade menor de nutrientes, que são fornecidos pela placenta por meio do cordão umbilical, na barriga, e pela amamentação depois de nascidos⁶.

Grávidas e lactante

Grávidas e lactantes precisam de mais calorias e nutrientes exatamente pelo fato de que parte é destinado para a alimentação da criança⁶.

Crianças e adolescentes

O aumento da necessidade de nutrientes para crianças é proporcional ao crescimento e, na adolescência, a ingestão ideal passa a ser bem semelhante à de adultos⁶.

Adultos

Com os adultos, as diferenças de ingestão de nutrientes existem por conta dos gêneros: homens precisam de mais calorias que as mulheres⁶. 

E, conforme vamos envelhecendo, a absorção dos nutrientes vai ficando mais difícil⁶. Sendo assim, a necessidade de vitaminas e minerais volta a aumentar.

Por isso, para pessoas com mais 50 de anos destacamos a importância de alguns nutrientes:

  • Vitaminas do complexo B: ajudam na saúde do coração, na memória, no nível de energia, na concentração, na imunidade, assim como em outros fatores⁴;
  • Cálcio: essencial para a saúde dos ossos, evita o desgaste ósseo e previne a osteoporose⁷;
  • Vitamina D: auxilia na absorção do cálcio⁴;
  • Potássio: ajuda na musculatura cardíaca, diminuindo o risco de hipertensão e derrame⁸;
  • Vitaminas C e E: são antioxidantes⁹ que ajudam na imunidade e no envelhecimento saudável do organismo¹⁰.

Conheça o Vitasay50+ Homem e o Vitasay50+ Mulher, ambos contam com vitaminas de A a Z e são formulados com as concentrações adequadas às necessidades nutricionais de cada gênero. São ótimos para complementar a alimentação diária e ajudar na manutenção da vitalidade a partir dos 50 anos.

Leia também: 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos

Como tomar multivitamínicos?

Como dito, o indicado é consultar um médico ou nutricionista para saber como tomar o multivitamínico. Esta é a melhor forma de saber qual é o mais adequado para as suas necessidades e qual quantidade e horário são os corretos para consumir.

Contudo, no rótulo também é possível encontrar informações gerais. O recomendado costuma ser tomar de um a dois comprimidos por dia, durante ou após uma refeição (almoço ou jantar), pois as vitaminas lipossolúveis (A, D, K e E) precisam de gordura para serem absorvidas⁴.

Tomar multivitamínico engorda?

Caso você não tome multivitamínicos por medo de engordar, pode ficar tranquilo! As vitaminas e minerais não possuem calorias¹¹, portanto não há ganho de peso ao tomá-las.

Na verdade, as vitaminas do complexo B até mesmo ajudam na absorção de proteínas, aminoácidos, carboidratos e gorduras¹². 

Sendo assim, podem auxiliar no ganho de massa muscular se você associar o consumo a uma dieta saudável e a exercícios físicos regulares.

Veja também: Como perder peso aos 50 anos: 6 dicas simples para emagrecer

Consumir multivitamínicos ajuda na imunidade?

Um estudo realizado em maio de 2020 pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres (Abiad) mostrou que houve um crescimento de brasileiros consumindo multivitamínicos por causa da pandemia¹³.

Dentre os entrevistados para a pesquisa, 91% afirmaram que procuraram aumentar a imunidade¹³.

Essa é uma tendência esperada, afinal, ninguém quer ficar doente em um período pandêmico. E a combinação correta de vitaminas pode ajudar a favorecer o sistema imunológico.

Esse é o caso do Vitasay50+ Imune, que tem uma fórmula inovadora desenvolvida especialmente para auxiliar na melhora da imunidade. 

Ele conta com altas doses das vitaminas C e E e dos minerais selênio e zinco, que ajudam diretamente nas funções do sistema imunológico.

Tem outras necessidades de nutrientes? Conheça a Vitasay50+, uma linha de multivitamínicos desenvolvida para proporcionar vitalidade a quem tem 50 anos ou mais.

E você, está pensando em consumir multivitamínicos? Divida com a gente as suas dúvidas nos comentários!

Referências consultadas

1. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Multivitamin/mineral Supplements. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/MVMS-Consumer/>. Acesso em: dezembro/2020.

2. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – Abiad. 98% dos brasileiros não consome índice de vitaminas adequado à saúde. Disponível em: <https://abiad.org.br/pb/98-dos-brasileiros-nao-consome-indice-de-vitaminas-adequado-a-saude/>. Acesso em: dezembro/2020.

3. Associação Brasileira das Empresas do Setor Fitoterápico, Suplemento Alimentar e Promoção da Saúde – Abifisa. Notícia: Suplementos são usados em 54% dos lares. Disponível em: <http://www.abifisa.org.br/noticia/23-11-2016-suplementos-sao-usados-em-54-dos-lares>. Acesso em: dezembro/2020.

4. MedlinePlus. Medical Encyclopedia: Vitamins. Disponível em: <https://medlineplus.gov/ency/article/002399.htm>. Acesso em: dezembro/2020.

5. Cleveland Clinic. Vitamin D Deficiency. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/articles/15050-vitamin-d–vitamin-d-deficiency>. Acesso em: dezembro/2020.

6. Revista de Saúde Pública. Requerimentos de energia e nutrientes da população brasileira. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101979000500001>. Acesso em: dezembro/2020.

7. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Calcium. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Calcium-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

8. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Potassium. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Potassium-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

9. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Vitamin C. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminC-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

10. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Vitamin E. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminE-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

11. Washington State University. Nutrition Basics. Disponível em: <https://mynutrition.wsu.edu/nutrition-basics>. Acesso em: dezembro/2020.

12. MedlinePlus. Health Topics: B Vitamins. Disponível em: <https://medlineplus.gov/bvitamins.html>. Acesso em: dezembro/2020.

13. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – Abiad. Pesquisa ABIAD aponta crescimento de 10% no consumo de suplementos alimentares no Brasil. Disponível em: <https://abiad.org.br/pb/rjr-pesquisa-abiad-aponta-crescimento-de-10-no-consumo-de-suplementos-alimentares-no-brasil/>. Acesso em: dezembro/2020.

Sophie Deram. Como manter uma alimentação saudável no dia a dia sem estresse? 4 dicas práticas. Disponível em: <https://sophiederam.com/br/comportamento-alimentar/como-manter-uma-alimentacao-saudavel/>. Acesso em: dezembro/2020.

Addera D3. O que é vitamina D? Disponível em: <https://www.addera.com.br/vitamina-d.php>. Acesso em: março/2021.

Vitasay50+. Vitaminas e minerais para fortalecer os ossos e ter bem-estar. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/bem-estar/vitaminas-para-fortalecer-ossos/>. Acesso em: março/2021.

Make You. 6 benefícios da vitamina C para a pele e cabelo. Disponível em: <https://www.makeyouapp.com.br/blog/beleza/beneficios-vitamina-c-pele-cabelo/>. Acesso em: dezembro/2020.

Vitasay50+. 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/bem-estar/qual-melhor-vitamina-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

Vitasay50+. Como perder peso aos 50 anos: 6 dicas simples para emagrecer. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/atividade-fisica/como-perder-peso-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

posts relacionados

Vitalidade aos 50?

Vitasay50+ foi desenvolvido para atender as necessidades específicas do consumidor a partir dos 50 anos, proporcionando vitalidade para aproveitar e prolongar essa fase da melhor forma possível. Vitasay50+ seu hoje cada vez melhor.