Como tomar multivitamínicos: o que são? Para que servem?

14/01/2021 como tomar multivitamínicos

Consumir multivitamínicos é uma das formas que as pessoas estão encontrando para ter uma alimentação e saúde mais regulada. Mas, o que é um multivitamínico? É um suplemento alimentar que reúne diversas vitaminas, minerais e outros nutrientes¹ e pode ser encontrado em diversos formatos: cápsulas, comprimidos normais e efervescentes, pó, entre outros.

Este é um bom complemento alimentar, pois uma investigação conduzida pelo IBGE mostrou que aproximadamente 98% dos brasileiros não consomem a quantidade diária ideal de vitaminas².

Outra pesquisa, encomendada pela Abiad, Abifisa e Abenutri, indicou que 54% da população brasileira já usa estratégias de suplementação alimentar no dia a dia para suprir os nutrientes necessários³.

Com a correria diária, tomar multivitamínicos ou outros suplementos pode ser a ajuda que você e a sua família precisam para consumir todos os nutrientes essenciais.

Pensando nisso, fizemos este conteúdo com tudo que você precisa saber sobre como tomar multivitamínicos: o que são? Para que servem? Quem pode tomar?

Mas lembre-se, o acompanhamento de um médico é essencial para um diagnóstico preciso, combinado?

Vamos lá!

O que são e para que servem os multivitamínicos?

O multivitamínico é um suplemento alimentar composto pelas principais vitaminas e minerais que o organismo necessita para ter um bom funcionamento¹.

Sua principal utilidade é a reposição de nutrientes difíceis de conseguir apenas com alimentos.

Portanto, associar a utilização dele com um estilo de vida e uma alimentação saudável pode ajudar a sua saúde e bem-estar.

Afinal, o corpo precisa de vitaminas e minerais para reprodução, crescimento e regulação dos processos corporais⁴.

Assim como a carência de nutrientes pode ser a causa de sintomas como falta de energia, fadiga, baixa imunidade, queda de cabelos e muitos outros⁵.

Quem pode tomar multivitamínicos?

A principal recomendação é fazer exames e consultar um médico ou nutricionista para avaliar como tomar o multivitamínico: se há a necessidade, qual a quantidade ideal e se você pode consumir.

No entanto, os multivitamínicos não são medicamentos. Sendo assim, não precisam de prescrição médica para consumo. Mas, é indicado consultar um profissional da saúde para ter certeza das necessidades do seu corpo.

A necessidade de nutrientes varia conforme fatores como faixa etária e gênero. Por conta disso, é possível encontrar multivitamínicos específicos para diversas condições.

De acordo com um estudo realizado pela USP⁶, devido aos requerimentos distintos de nutrientes, a população brasileira pode ser dividida da seguinte forma:

  • Bebês e adolescentes
  • Adultos
  • Grávidas e lactantes

Ainda segundo a pesquisa, a diferença de ingestão entre idades e condições existe por conta de um consumo de calorias distinto⁶.

Bebês

Bebês não ingerem tantas calorias. Por consequência, necessitam de uma quantidade menor de nutrientes, que são fornecidos pela placenta por meio do cordão umbilical, na barriga, e pela amamentação depois de nascidos⁶.

Grávidas e lactante

Grávidas e lactantes precisam de mais calorias e nutrientes exatamente pelo fato de que parte é destinado para a alimentação da criança⁶.

Crianças e adolescentes

O aumento da necessidade de nutrientes para crianças é proporcional ao crescimento e, na adolescência, a ingestão ideal passa a ser bem semelhante à de adultos⁶.

Adultos

Com os adultos, as diferenças de ingestão de nutrientes existem por conta dos gêneros: homens precisam de mais calorias que as mulheres⁶. 

E, conforme vamos envelhecendo, a absorção dos nutrientes vai ficando mais difícil⁶. Sendo assim, a necessidade de vitaminas e minerais volta a aumentar.

Por isso, para pessoas com mais 50 de anos destacamos a importância de alguns nutrientes:

  • Vitaminas do complexo B: ajudam na saúde do coração, na memória, no nível de energia, na concentração, na imunidade, assim como em outros fatores⁴;
  • Cálcio: essencial para a saúde dos ossos, evita o desgaste ósseo e previne a osteoporose⁷;
  • Vitamina D: auxilia na absorção do cálcio⁴;
  • Potássio: ajuda na musculatura cardíaca, diminuindo o risco de hipertensão e derrame⁸;
  • Vitaminas C e E: são antioxidantes⁹ que ajudam na imunidade e no envelhecimento saudável do organismo¹⁰.

Leia também: 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos

Como tomar multivitamínicos?

Como dito, o indicado é consultar um médico ou nutricionista para saber como tomar o multivitamínico. Esta é a melhor forma de saber qual é o mais adequado para as suas necessidades e qual quantidade e horário são os corretos para consumir.

Contudo, no rótulo também é possível encontrar informações gerais. O recomendado costuma ser tomar de um a dois comprimidos por dia, durante ou após uma refeição (almoço ou jantar), pois as vitaminas lipossolúveis (A, D, K e E) precisam de gordura para serem absorvidas⁴.

Tomar multivitamínico engorda?

Caso você não tome multivitamínicos por medo de engordar, pode ficar tranquilo! As vitaminas e minerais não possuem calorias¹¹, portanto não há ganho de peso ao tomá-las.

Na verdade, as vitaminas do complexo B até mesmo ajudam na absorção de proteínas, aminoácidos, carboidratos e gorduras¹². 

Sendo assim, podem auxiliar no ganho de massa muscular se você associar o consumo a uma dieta saudável e a exercícios físicos regulares.

Veja também: Como perder peso aos 50 anos: 6 dicas simples para emagrecer

Consumir multivitamínicos ajuda na imunidade?

Um estudo realizado em maio de 2020 pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres (Abiad) mostrou que houve um crescimento de brasileiros consumindo multivitamínicos por causa da pandemia¹³.

Dentre os entrevistados para a pesquisa, 91% afirmaram que procuraram aumentar a imunidade¹³.

Essa é uma tendência esperada, afinal, ninguém quer ficar doente em um período pandêmico. E a combinação correta de vitaminas pode ajudar a favorecer o sistema imunológico.

Tem outras necessidades de nutrientes? Conheça a Vitasay50+, uma linha de multivitamínicos desenvolvida para proporcionar vitalidade a quem tem 50 anos ou mais.

E você, está pensando em consumir multivitamínicos? Divida com a gente as suas dúvidas nos comentários!

Referências consultadas

1. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Multivitamin/mineral Supplements. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/MVMS-Consumer/>. Acesso em: dezembro/2020.

2. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – Abiad. 98% dos brasileiros não consome índice de vitaminas adequado à saúde. Disponível em: <https://abiad.org.br/pb/98-dos-brasileiros-nao-consome-indice-de-vitaminas-adequado-a-saude/>. Acesso em: dezembro/2020.

3. Associação Brasileira das Empresas do Setor Fitoterápico, Suplemento Alimentar e Promoção da Saúde – Abifisa. Notícia: Suplementos são usados em 54% dos lares. Disponível em: <http://www.abifisa.org.br/noticia/23-11-2016-suplementos-sao-usados-em-54-dos-lares>. Acesso em: dezembro/2020.

4. MedlinePlus. Medical Encyclopedia: Vitamins. Disponível em: <https://medlineplus.gov/ency/article/002399.htm>. Acesso em: dezembro/2020.

5. Cleveland Clinic. Vitamin D Deficiency. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/articles/15050-vitamin-d–vitamin-d-deficiency>. Acesso em: dezembro/2020.

6. Revista de Saúde Pública. Requerimentos de energia e nutrientes da população brasileira. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101979000500001>. Acesso em: dezembro/2020.

7. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Calcium. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Calcium-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

8. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Potassium. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Potassium-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

9. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Vitamin C. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminC-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

10. Office of Dietary Supplements – National Institutes of Health. Fact Sheet for Health Professionals: Vitamin E. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminE-HealthProfessional/>. Acesso em: dezembro/2020.

11. Washington State University. Nutrition Basics. Disponível em: <https://mynutrition.wsu.edu/nutrition-basics>. Acesso em: dezembro/2020.

12. MedlinePlus. Health Topics: B Vitamins. Disponível em: <https://medlineplus.gov/bvitamins.html>. Acesso em: dezembro/2020.

13. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – Abiad. Pesquisa ABIAD aponta crescimento de 10% no consumo de suplementos alimentares no Brasil. Disponível em: <https://abiad.org.br/pb/rjr-pesquisa-abiad-aponta-crescimento-de-10-no-consumo-de-suplementos-alimentares-no-brasil/>. Acesso em: dezembro/2020.

Sophie Deram. Como manter uma alimentação saudável no dia a dia sem estresse? 4 dicas práticas. Disponível em: <https://sophiederam.com/br/comportamento-alimentar/como-manter-uma-alimentacao-saudavel/>. Acesso em: dezembro/2020.

Addera D3. O que é vitamina D? Disponível em: <https://www.addera.com.br/vitamina-d.php>. Acesso em: março/2021.

Vitasay50+. Vitaminas e minerais para fortalecer os ossos e ter bem-estar. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/bem-estar/vitaminas-para-fortalecer-ossos/>. Acesso em: março/2021.

Make You. 6 benefícios da vitamina C para a pele e cabelo. Disponível em: <https://www.makeyouapp.com.br/blog/beleza/beneficios-vitamina-c-pele-cabelo/>. Acesso em: dezembro/2020.

Vitasay50+. 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/bem-estar/qual-melhor-vitamina-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

Vitasay50+. Como perder peso aos 50 anos: 6 dicas simples para emagrecer. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/atividade-fisica/como-perder-peso-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

posts relacionados

Vitalidade aos 50?

Vitasay50+ foi desenvolvido para atender as necessidades específicas do consumidor a partir dos 50 anos, proporcionando vitalidade para aproveitar e prolongar essa fase da melhor forma possível. Vitasay50+ seu hoje cada vez melhor.