O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Inseguranças da meia idade: quais são as características?

14/01/2021 inseguranças da meia idade

A vida é repleta de incertezas, mas uma circunstância é certa: todos vamos envelhecer. E isso acaba se tornando um dos motivadores da insegurança da meia idade. 

Essa condição psicológica é caracterizada pelo desenvolvimento de aspectos relacionados à depressão por conta de estar em uma idade mais avançada¹. Geralmente, isso atinge pessoas entre 45 e 55 anos¹.

Os sintomas da insegurança da meia idade são muito parecidos com outros distúrbios psicológicos. Alguns pacientes declaram sentimentos de tristeza profunda, falta de otimismo e falta de fé no futuro¹. 

Entretanto, existem maneiras que podem ajudar a combater a depressão da meia idade sem crise. E, para te ajudar com isso, nós separamos 7 dicas:

  • Procure ajuda médica especializada
  • Mantenha-se sempre em movimento
  • Não se isole
  • Procure se inovar
  • Autoconhecimento é a chave para muitos problemas
  • Encontre hobbies
  • Avalie se há a necessidade de tomar multivitamínicos

De onde surgiu o termo “crise da meia idade”?

A primeira vez que o termo “crise da meia idade” ganhou vida na comunidade científica foi na Sociedade Psicanalítica Britânica, em 1957, cunhado pelo médico canadense Elliott Jaques². 

Embora tenha sido bem elaborada e explicada, essa condição médica foi tratada como uma teoria por muitos anos.

A teoria só começou a ganhar mais credibilidade quando Jaques publicou o seu artigo no The International Journal of Psychoanalysis.

Publicado como “Morte e a Crise da meia idade”, em 1965, o estudo do médico canadense foi considerado “alinhado” ao espírito da época. 

Não demorou muito para que a teoria de Jaques saísse do campo profissional e chegasse até o povo².

Inúmeras pessoas se identificaram com os sintomas descritos pelo médico, o que deixou claro que a teoria na verdade era uma realidade². 

Quais são as características da insegurança da meia idade?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (SBIE)¹, a insegurança da meia idade pode ser acarretada por diversos motivos, como:

  • Síndrome do ninho vazio: é uma síndrome que atinge pais e se caracteriza pelo sentimento de solidão causado pela saída dos filhos de casa;
  • Alterações hormonais: é a causa principal para mulheres que estão passando pelo menopausa, pois esta condição leva à flutuação de diversos hormônios;
  • Morte de parentes ou amigos próximos: é comum que, conforme vamos envelhecendo, nosso círculo de amizades também siga esse ciclo. Portanto, quando sofremos perdas significantes de entes queridos, uma tristeza muito além do luto pode nos abater;
  • Crises na vida profissional: dependendo do tempo de contribuição ou de alguma inabilidade, a insegurança da meia idade acontece, geralmente, no mesmo período da aposentadoria. Parar de trabalhar pode ser considerado um catalisador para essa doença, já que representa o fechamento de um ciclo e o início de outro. 

É inegável que a sociedade atual vive uma constante busca pela juventude. Isso fica claro ao analisarmos a grande procura por produtos dermocosméticos e procedimentos estéticos para impedir o envelhecimento precoce³.

E, embora as inseguranças da meia idade manifestem alguns sintomas, ainda é difícil analisar com precisão em qual faixa etária essa “crise” costuma acontecer. Isso acontece porque é uma condição muito variável de pessoa para pessoa.

Ainda de acordo com a SBIE, os sintomas da insegurança da meia idade são muito parecidos com outras doenças psicológicas, como a depressão¹. Esses são alguns exemplos de sintomas clássicos¹: 

  • Isolamento social e familiar; 
  • Descaso com a rotina de higiene pessoal;
  • Alterações de humor; 
  • Diminuição da libido; 
  • Grande sentimento de nostalgia; 
  • Apropriação de algum vício, como álcool ou drogas; 
  • Sensação de incerteza em relação ao futuro; 
  • Descontrole financeiro. 

7 dicas de como lidar com as inseguranças da meia idade

É comum as pessoas traçarem objetivos para cada fase da vida. Portanto, quando nos vemos em uma idade já avançada, sem ter conseguido completar parte dessas metas, pode-se ter a sensação de incompetência. E isso pode ser um motivador da depressão na meia idade. 

Para evitar que essa seja a sua realidade, é preciso mudar a rotina e trazer novos hábitos para o seu dia a dia. Abaixo estão alguns pontos que podem auxiliar no combate às inseguranças da meia idade.

1. Procure ajuda médica especializada

Algumas pessoas acreditam que a terapia é voltada apenas para o tratamento de distúrbios psicológicos severos.

Entretanto, marcar consultas com psicólogos e terapeutas pode ajudar a resolver problemas internos e clarear o futuro. 

2. Mantenha-se sempre em movimento

Atividades físicas na meia idade podem ajudar, e muito, nas questões psicológicas. Os esportes ajudam na produção e liberação da serotonina, neurotransmissor que auxilia na regulação do humor e aumenta a sensação de prazer. 

Portanto, procure experimentar exercícios físicos e encontrar um que você goste de praticar. Assim, você estará sempre em movimento, que é o importante.

Confira também: 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos

3. Não se isole

Em períodos de tristeza e desesperança é comum que as pessoas se distanciem dos familiares e amigos. 

No entanto, esse não é o melhor caminho para evitar os transtornos vindos com a meia idade.

Um estudo conduzido pela Universidade de Manchester, pela de Essex e pelo Colégio Universitário de Londres, mostrou que é mais fácil enfrentar a meia idade com o apoio de amigos⁴.

É preciso manter uma vida social ativa e animada. Isso porque sair com quem gostamos também ajuda a liberar serotonina. 

4. Procure se atualizar

É importante ter noção de que a aposentadoria não é o fim da sua vida profissional.

Hoje em dia, com o advento da internet, é possível encontrar diversos cursos online que ajudam a se renovar e a aprender novas tecnologias. 

Esses novos aprendizados podem ser o necessário para te reinserir no mercado de trabalho.

5. Autoconhecimento é a chave para muitos problemas

Desenvolver e praticar o autoconhecimento pode ser um bom caminho para conseguir lidar com as doenças psicológicas.. 

Conhecer os seus limites e, principalmente, os seus gatilhos, auxilia no enfrentamento às inseguranças da meia idade.

Por isso, compreender quais são os acontecimentos da sua vida que possam causar sentimentos de tristeza, incômodo, depressão e ansiedade, pode contribuir para a sua melhora. 

6. Encontre hobbies

Além das atividades físicas, procure exercitar o que você gosta de fazer nas suas horas vagas. Ou seja, busque hobbies!

Ler um bom livro do seu autor ou autora favorito, assistir filmes, séries e reality shows são bons exemplos. Mas, o que mais importa é praticar aquilo que você sinta prazer.

Leia também: Como melhorar a concentração e o foco? Conheça 9 dicas úteis

7. Avalie se há a necessidade de tomar suplementos alimentares

A sua alimentação pode influenciar diretamente no seu humor e em como você se sente. Portanto, não ingerir a quantidade necessária de nutrientes ajuda no desenvolvimento de distúrbios psicológicos relacionados à meia idade.

Sendo assim, procure manter uma dieta saudável e regulada, que seja rica em proteínas, vitaminas e minerais.

E, para saber se os nutrientes necessários estão sendo consumidos, é fundamental consultar um médico. Ele saberá dizer com propriedade as mudanças que devem ser feitas e se é preciso inserir um suplemento na rotina alimentar.

Caso seja necessário, o Vitasay50+ Vitaly foi pensado especialmente para pessoas que precisam de mais vigor e energia*. Com maca peruana, guaraná e vitaminas e minerais em sua composição, ele te auxilia a ter uma vida mais ativa.

Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre assuntos relacionados a bem-estar? Então, veja também como perder peso aos 50 anos.

VITASAY50+ VITALY ALIMENTO ISENTO DE REGISTRO CONFORME RDC 27/2010

*As vitaminas C e B5 auxiliam no metabolismo energético.

Referências consultadas

1. Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional – Sbie. Crise da meia idade: saiba como lidar com o problema. Disponível em: <https://www.sbie.com.br/blog/blogcrise-da-meia-idade-saiba-como-lidar-com-o-problema/>. Acesso em: dezembro/2020.

2. Manchester University Press. Balancing the self: Medicine, politics and the regulation of health in the twentieth century [Internet]. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK555706/#ch9.s3>. Acesso em: dezembro/2020.

3. Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional São Paulo – SBDSP. Procura por procedimentos estéticos não cirúrgicos aumentou 390% nos últimos dois anos. Disponível em: <https://www.sbd-sp.org.br/geral/estetica-procura-por-procedimentos-nao-cirurgicos-aumenta-390/>. Acesso em: dezembro/2020.

4. Journal of Epidemiology & Community Health. Friends are equally important to men and women, but family matters more for men’s well-being. Disponível em: <https://jech.bmj.com/content/67/2/166>. Acesso em: dezembro/2020.

Sophie Deram. Como combater a depressão? Disponível em: <https://sophiederam.com/br/comportamento-alimentar/como-combater-depressao/>. Acesso em: dezembro/2020.

Vitasay50+. 5 melhores vitaminas e minerais para depois dos 50 anos. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/bem-estar/qual-melhor-vitamina-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

Astrocentro. O que é autoconhecimento? Disponível em: <https://www.astrocentro.com.br/blog/bem-estar/autoconhecimento-reflita/>. Acesso em: dezembro/2020.

Vitasay50+. Como melhorar a concentração e o foco? Conheça 9 dicas úteis. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/mais-concentracao/como-melhorar-concentracao-foco/>. Acesso em: março/2021.

Vitasay50+. Como perder peso aos 50 anos: 6 dicas simples para emagrecer. Disponível em: <https://www.vitasay.com.br/blog/atividade-fisica/como-perder-peso-depois-dos-50-anos/>. Acesso em: março/2021.

posts relacionados

Vitalidade aos 50?

Vitasay50+ foi desenvolvido para atender as necessidades específicas do consumidor a partir dos 50 anos, proporcionando vitalidade para aproveitar e prolongar essa fase da melhor forma possível. Vitasay50+ seu hoje cada vez melhor.