Quais os alimentos que ajudam a combater a insônia? Conheça!

31/05/2021 Alimentos que ajudam a combater a insônia

Você sabia que há uma série de alimentos que ajudam a combater a insônia? Algumas comidas específicas, como, por exemplo, a cereja e o leite, podem te ajudar a dormir melhor por causa dos nutrientes que elas fornecem.

Para que você saiba o que incluir nas suas refeições e consiga entender como as comidas ajudam no sono, listamos sete alimentos que ajudam a combater a insônia, veja:

  • Banana
  • Oleaginosas
  • Arroz branco
  • Peixes gordos
  • Kiwi
  • Leite
  • Cereja

7 alimentos que ajudam a combater a insônia

1. Banana

A banana é uma fruta rica em três nutrientes que ajudam a dormir melhor: o triptofano, o magnésio¹ e o potássio².

O triptofano é um aminoácido que contribui no processo de produção da melatonina e da serotonina, que são dois neurotransmissores que podem ajudar na melhora do humor e do sono³.

A serotonina é o chamado “hormônio da felicidade”, que garante bem-estar e bom humor³. Já a melatonina é um hormônio que é liberado principalmente à noite para ajudar na indução do sono³.

O magnésio é um mineral essencial para o organismo, porque ele regula diversas funções importantes. E, segundo estudos, o seu consumo adequado pode ajudar a combater a insônia⁴ e a evitar distúrbios para dormir⁵.

Assim como o magnésio, o potássio também é um mineral essencial⁶. E, de acordo com um estudo publicado no periódico científico Hypertension Research, a deficiência nutricional deste mineral pode causar distúrbios no sono⁶.

Diante dessas informações, fica claro que a banana faz parte do grupo de alimentos que ajudam a combater a insônia.

2. Oleaginosas

As oleaginosas são um grupo de vegetais ricos em “gorduras boas”, além de diversos outros nutrientes benéficos ao organismo. Este grupo de alimentos é constituído por castanhas, amendoins, amêndoas e nozes.

Entre os nutrientes que elas proporcionam estão o triptofano, o magnésio e o zinco⁷. Os benefícios do triptofano e do magnésio você já conheceu no tópico anterior⁷.

Já o zinco você entenderá agora. Ele também é um mineral essencial que pode ajudar a dormir melhor, porque atua em processos que auxiliam na regulação do sono⁸.

Além disso, as oleaginosas também são ricas em melatonina, que, como já dito, é um hormônio que ajuda na indução do sono⁹.

Sendo assim, as oleaginosas são alimentos que ajudam a combater a insônia e podem te auxiliar a ter noites mais tranquilas¹⁰.

3. Arroz branco

O arroz branco é um alimento que possui um alto índice glicêmico, o que significa que o seu consumo promove um grande aumento nos níveis de açúcar e insulina no sangue.

Mas o que isso importa para o sono? Essa reação ajuda o triptofano a chegar mais rapidamente ao cérebro, ajudando a dormir melhor¹¹.

Inclusive, uma pesquisa publicada na revista científica The American Journal of Clinical Nutrition mostrou que o consumo de alimentos com alto índice glicêmico pode melhorar a qualidade do sono¹².

Outro estudo, publicado no periódico PLUS One, indicou que um alto consumo de arroz branco está associado a um bom sono¹³.

4. Peixes gordos

Os peixes gordos são o salmão, o atum, a truta, entre outros. Eles são alimentos que ajudam a combater a insônia, porque possuem altas concentrações de vitamina D e ômega 3.

Estes dois nutrientes contribuem para a regulagem da produção de serotonina, que, como dissemos anteriormente, pode ajudar a melhorar o humor e a dormir bem¹⁴.

Aliás, um estudo analisou o impacto que o consumo regular de peixes gordos tem no sono¹⁵. Eles acompanharam um grupo de pessoas que comeram peixes gordos três vezes por semana durante seis meses¹⁵.

O resultado foi que esse hábito alimentar trouxe efeitos positivos ao sono, ajudando a dormir melhor¹⁵.

5. Kiwi

O kiwi é uma fruta extremamente nutritiva, visto que fornece boas quantidades de diversos nutrientes, como, por exemplo, potássio, magnésio, ácido fólico, carotenóides e muitos outros¹⁶.

E, segundo estudos, o kiwi é um dos alimentos que ajudam a combater a insônia¹⁴ por causa da alta capacidade antioxidante e das grandes concentrações de serotonina e ácido fólico¹⁷.

Essas características ajudam a dormir melhor, porque a deficiência de ácido fólico está relacionada ao desenvolvimento de insônia¹⁴.

E a ação antioxidante previne o estresse oxidativo, que é uma condição que está associada ao desenvolvimento de distúrbios do sono¹⁴.

Inclusive, um estudo que buscava entender os efeitos do kiwi na qualidade do sono de pessoas com problemas para dormir, concluiu que o consumo da fruta pode ajudar a melhorar a duração e a qualidade do sono¹⁷.

6. Leite quente

O leite quente é um dos alimentos que ajudam a combater a insônia, porque ele é muito nutritivo, possuindo quatorze vitaminas e minerais em sua composição¹⁴.

As vitaminas B6, B12 e D, que proporcionam benefícios ao sono, estão inclusas nesta lista de nutrientes¹⁴. Veja as ações delas:

  • a vitamina B6 atua na produção da serotonina e da melatonina¹⁴;
  • a vitamina B12 ajuda a controlar as concentrações de melatonina¹⁴;
  • a vitamina D pode auxiliar a dormir mais rápido e por mais tempo¹⁴.

Além disso, o leite quente também possui uma alta concentração de melatonina¹⁴. Ou seja, é um ótimo alimento que ajuda a combater a insônia.

7. Cereja

A cereja possui altas concentrações de melatonina e fitonutrientes em sua composição, características que as colocam na lista dos alimentos que ajudam a combater a insônia¹⁴.

A grande quantidade de melatonina que ela oferece ao organismo pode ajudar a dormir bem e a melhorar distúrbios do sono¹⁸.

Já os fitonutrientes são antioxidantes naturais que proporcionam efeitos anti-inflamatórios¹⁹. Diante disso, o consumo de cereja afeta citocinas anti-inflamatórias que atuam na modulação do sono, melhorando-o e evitando distúrbios²⁰.

Aliás, uma pesquisa publicada na revista científica American Journal of Therapeutics estudou os efeitos do suco de cereja em pessoas com insônia²¹. A conclusão foi que o suco melhora a qualidade e a duração do sono²¹.

Suplementos ajudam a combater a insônia?

O consumo de suplementos alimentares é um bom acréscimo aos alimentos que ajudam a combater a insônia.

Isso porque eles podem ajudar no fornecimento dos nutrientes que atuam na regulação e na melhora do sono.

Entretanto, antes de iniciar o consumo de suplementos, recomendamos consultar um nutricionista para avaliar se eles são adequados às suas necessidades nutricionais. Afinal, eles são complementos à alimentação e, não, substitutos dela.

Se, porventura, você precisar de suplementação, nós recomendamos a Vitasay50+ criada com o objetivo de trazer vitalidade aos brasileiros que chegaram nos 50 anos e querem que esta fase seja ativa e repleta de saúde.

O que você achou dos alimentos que ajudam a combater a insônia? Que tal incluí-los nas suas refeições?

Para mais dicas comprovadas cientificamente sobre qualidade do sono, bem-estar e saúde, acesse o nosso blog e confira outros conteúdos!

Referências consultadas

1. Office of Dietary Supplements. Fact Sheet for Health Professionals: Magnesium. U.S. National Institutes of Health. 2018.

2. Office of Dietary Supplements. Fact Sheet for Health Professionals: Potassium. U.S. National Institutes of Health. 2018.

3. Friedman M. Analysis, Nutrition, and Health Benefits of Tryptophan. Int J Tryptophan Res. 2018;11:1178646918802282.

4. Abbasi B, Kimiagar M, Sadeghniiat K, Shirazi MM, Hedayati M, Rashidkhani B. The effect of magnesium supplementation on primary insomnia in elderly: A double-blind placebo-controlled clinical trial. J Res Med Sci. 2012;17(12):1161-1169.

5. Chollet D, Franken P, Raffin Y, et al. Magnesium involvement in sleep: genetic and nutritional models. Behav Genet. 2001;31(5):413-425.

6. Heizhati M, Zhang Y, Shao L, et al. Decreased serum potassium may disturb sleep homeostasis in essential hypertensives. Hypertens Res. 2019;42(2):174-181.

7. Ros E, Izquierdo-Pulido M, Sala-Vila A. Beneficial effects of walnut consumption on human health: role of micronutrients. Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2018;21(6):498-504.

8. Cherasse Y, Urade Y. Dietary Zinc Acts as a Sleep Modulator. Int J Mol Sci. 2017;18(11):2334. Published 2017 Nov 5.

9. Peuhkuri K, Sihvola N, Korpela R. Dietary factors and fluctuating levels of melatonin. Food Nutr Res. 2012;56:10.3402/fnr.v56i0.17252.

10. Reiter RJ, Manchester LC, Tan DX. Melatonin in walnuts: influence on levels of melatonin and total antioxidant capacity of blood. Nutrition. 2005;21(9):920-924.

11. Tanaka E, Yatsuya H, Uemura M, et al. Associations of protein, fat, and carbohydrate intakes with insomnia symptoms among middle-aged Japanese workers. J Epidemiol. 2013;23(2):132-138.

12. Afaghi A, O’Connor H, Chow CM. High-glycemic-index carbohydrate meals shorten sleep onset [published correction appears in Am J Clin Nutr. 2007 Sep;86(3):809]. Am J Clin Nutr. 2007;85(2):426-430.

13. Yoneyama S, Sakurai M, Nakamura K, et al. Associations between rice, noodle, and bread intake and sleep quality in Japanese men and women. PLoS One. 2014;9(8):e105198.

14. St-Onge MP, Mikic A, Pietrolungo CE. Effects of Diet on Sleep Quality. Adv Nutr. 2016;7(5):938-949.

15. Hansen AL, Dahl L, Olson G, et al. Fish consumption, sleep, daily functioning, and heart rate variability. J Clin Sleep Med. 2014;10(5):567-575.

16. Richardson DP, Ansell J, Drummond LN. The nutritional and health attributes of kiwifruit: a review. Eur J Nutr. 2018;57(8):2659-2676.

17. Lin HH, Tsai PS, Fang SC, Liu JF. Effect of kiwifruit consumption on sleep quality in adults with sleep problems. Asia Pac J Clin Nutr. 2011;20(2):169-174.

18. Zeng Y, Yang J, Du J, et al. Strategies of Functional Foods Promote Sleep in Human Being. Curr Signal Transduct Ther. 2014;9(3):148-155.

19. Halson SL. Sleep in elite athletes and nutritional interventions to enhance sleep. Sports Med. 2014;44 Suppl 1(Suppl 1):S13-S23.

20. Yurcheshen M, Seehuus M, Pigeon W. Updates on Nutraceutical Sleep Therapeutics and Investigational Research. Evid Based Complement Alternat Med. 2015;2015:105256.

21. Losso JN, Finley JW, Karki N, et al. Pilot Study of the Tart Cherry Juice for the Treatment of Insomnia and Investigation of Mechanisms. Am J Ther. 2018;25(2):e194-e201.22. American Sleep Association. Top 10 foods that help you sleep.

posts relacionados

Vitalidade aos 50?

Vitasay50+ foi desenvolvido para atender as necessidades específicas do consumidor a partir dos 50 anos, proporcionando vitalidade para aproveitar e prolongar essa fase da melhor forma possível. Vitasay50+ seu hoje cada vez melhor.